as incríveis paisagens da china


Künmíng, 29 de agosto de 2011

Passamos os últimos dias na província de Guangxi, no sul da China. Agora sim, entramos pra valer no País com todos os seus contrastes entre tradição e modernidade, pujança e pobreza, progresso ordenado e caos nas ruas. A China é o máximo! Fácil de viajar, apesar da barreira da língua (quase ninguém fala inglês) e com um povo muito receptivo, apesar do sensor de humor diferente do nosso. Estamos relaxados e deslumbrados, principalmente com a enorme beleza natural dos lugares que já visitamos.

As dimensões do País não são brincadeira – pra dar uma ideia, é bem maior do que o Brasil – e, portanto, deslocar-se consome tempo. Fomos de Hong Kong pra Yángshuò em um ônibus-cama. Nada de poltrona que reclina, cama mesmo. Excelente! Tão bom pra dormir que quase perdemos a cidade quando passamos por lá no meio da madrugada. Uma vez desembarcados, o desafio foi encontrar o hotel que reservamos buscando por nomes de ruas escritos em caracteres chineses. Eles não usam um alfabeto como o nosso com vinte e poucas letras. Há um símbolo específico pra cada significado diferente. Um chinês culto conhece de 6.000 a 8.000 caracteres. O que nos deixou com uma importante questão na cabeça: como eles fazem pra enviar mensagens de texto no celular?!

Confortavelmente instalado no ônibus-cama
Vai entender...

Encontrado o hotel (por sinal, bom, bonito e barato), hora de partir pra diversão. Essa região da China é famosa por suas espetaculares montanhas. São torres cônicas de pedra que brotam do chão expondo seus paredões em meio à mata densa. São muitas e são gigantescas, espalhando-se por várias centenas de quilômetros em um dos lugares mais lindos do planeta. Uma das melhores formas de apreciá-las é descendo de barco pelo Rio Li. Pegamos um ônibus local até outra vila pra aproveitar um dos trechos mais belos do rio, entre Lengshui Cün e Xingpíng. O cenário estonteante é tema recorrente nas obras de arte chinesas e está até na nota de 20 yuans.

A paisagem estonteante do Rio Li
Relaxada curtindo o cenário
O Rio Li tá lá na nota de 20 yuans

Além de babar com o cenário, nos divertimos refrescando do calor com a guerra de água com as pessoas de outros barcos (chineses simpáticos e sorridentes). Até alguns amigos nós fizemos. Eles falavam um pouco de inglês e nos ajudaram muito a achar o ônibus pra voltar pra casa. Nos hotéis também dá pra encontrar um pouco de inglês, mas na maioria dos casos o jeito é se virar com a mímica. Até já desenhamos pra nos fazer entender por aqui… No final, tendo chegado a um entendimento ou não, todo mundo acaba rindo da gente e da situação.

O calor logo seria aliviado com guerra de água
A arma do crime... pistolas d'água sendo vendidas ao longo do caminho
Amigos chineses: nossos intérpretes nesse dia

A cidade de Yangushò nos surpreendeu. É chamada de cidade pequena, mas cabe muita gente no “pequeno” da China e, na realidade, tem um tamanho considerável. É super animada e tem várias ruas com lojinhas, restaurantes e bares. Também é bem cuidada, com lagos, praças e calçadões. Ótimo astral. E como é verão no hemisfério norte, está lotada de turistas chineses de férias. Eventualmente, vimos um ou outro estrangeiro como nós em meio ao mar de olhinhos puxados. Nossa cara ocidental voltou a ser atração, com as pessoas nos encarando intrigadas, gente pedindo pra tirar fotos e tudo mais.

Barraquinha em Yángshuò: espetinhos de lesma à vontade!
Tinha que provar, né...!

Outra forma de curtir a paisagem é alugar uma bicicleta e pedalar à vontade. É bonito pra todos os lados. Nós mesmos erramos o caminho que planejamos e não nos arrependemos. É uma oportunidade também pra dar uma checada no que ainda é uma das caras da China: a dura vida dos camponeses. Apesar do todos os produtos “made in China” que invadiram o mundo, o País não deixou de ser profundamente agrário e quem vive no campo não deixou de ser bem pobre.

De bicicleta por Yángshuò
A vida no interior da China ainda é bem dura
Moon Hill - um dos muitos destaques do dia

Passamos pela Moon Hill – um enorme arco de pedra – e seguimos pela margem do Rio Yùlóng. Nos jogamos na água duas vezes nesse dia: especial. Na volta, paramos em um restaurante na beira do rio e escolhemos nossos peixes ainda vivos pra mais um delicioso almoço. Continuamos comendo muito bem por aqui e descolamos um pedaço de papel escrito “sem pimenta” em mandarim pra nos proteger da forte inclinação que eles têm por esse tempero.

Chegando de bicicleta ao Rio Yùlóng
Pausa pra um mergulho
Peixe fresco e cerveja chinesa pro almoço

Deixamos (com pesar) Yàngshuò pra trás e partimos pra Dragons Backbone Rice Terraces, uma região ao norte da cidade de Guìlín, que é uma das maiores cidades da província de Guangxi. Esse lugar é famoso por seus terraços de arroz que em cada época do ano dão um espetáculo diferente pra quem vai visitá-los. Ainda no caminho, paramos em uma vila pra ver um show com mulheres da população local. O mais interessante foi ver seus cabelos que podem chegar a dois metros de comprimento. Fora isso, um show fraquíssimo em um sem vergonha programa pra pegar turistas. Sem dramas, os terraços não decepcionam, são espetaculares!

O show é fraco, mas 2 metros de cabelo realmente impressiona
O verdadeiro espetáculo fica por conta da caminhada

Descemos do ônibus na gostosa vila de Píng’An. Muita gente sai em excursões de um único dia e acabando ficando só por ali. É uma pena, pois há muitas outras belezas nos vales entre as vilas. Nós seguimos por uma trilha cheia de sobe e desce que percorre as principais vilas da região. No primeiro dia, nos juntamos no caminho a três engraçadíssimas senhoras que fizeram o papel de guias não declaradas e animadoras de caminhada. Muitos bate papos à base de mímicas. Passamos por Zhongliu e dormimos na vila de Tiántóu, com uma vista da janela do quarto que não tinha preço. Essas vilas no caminho acrescentam charme aos belos visuais das montanhas. No dia seguinte, completamos a trilha até Dazhai, onde era possível pegar um ônibus de volta pra entrada da região.

Deixando a vila de Píng'An
Nossas guias de cabelos longos e corpo curto
A trilha é puxada, mas cheia de belezas
A encantadora vista da nossa janela

Foi o primeiro de uma série de quatro ônibus e dois táxis que nos levaram até Künmíng, na província de Yúnnán. Uma jornada de 22 horas no total com um detalhe dramático: a Letícia não teve nenhuma oportunidade de ir ao banheiro em todo esse tempo. Vida de mochileiro pode ser dura… No próximo post, tem retrospectiva. Vamos completar em breve 200 dias de viagem! Passou rápido? Talvez você não pensasse dessa forma se soubesse como 22 horas podem ser longas pra nós! :-)

 

 

 

26 comentários em “as incríveis paisagens da china

Adicione o seu

  1. Tudo muito lindo… Espero um dia ter a oportunidade de viajar pelo mundo e me esbaldar com tanta beleza.

  2. Nossa, que magnífico. Espero um dia ter a oportunidade de desbravar o nosso vasto planeta… que invejinha aqui… linda viagem.

  3. NOSSA QUE VIAGEM , SEMPRE MIM ENCANTO COM AS BELEZAS NATURAIS DA CHINA, SAO LINDAS , VIAJEI NESSA SUAS VIAGENS , SABEMOS MUITO POUCO DA CHINA , AQUI NO BRASIL , TA NA HORA DE DESCOBRIRMOS , KKKKKKK, ABRAÇOS E ATE A PROXIMA……

  4. Ahhh será possivel viver tudo isso???
    hahahaha
    estou por aqui acompanhando vocês!
    a titulo de curiosidade, sei que a comunicação ai é bem complicada,
    ouve se muito falar em Confuncio por aqui, eles dão essa importancia toda a ele?

    abraços!

    1. Olá, “Anônimo”! rs…
      É mta coisa que estamos vivendo mesmo, incrível!
      De certa forma, podemos falar que Confúncio está fora de moda na China. Quero dizer, ele já não é mais um ícone “oficial” que define a linha de atuação do governo, coisas de tipo. Desde a adoção do comunismo que isso mudou. Por outro lado, sua filosofia está profundamente incorporada à cultura chinesa e ele ainda é uma figura reverenciada.
      A gente não fica ouvindo falar, mas os valores por ele colocados como o respeito à hierarquia pairam no ar…
      Abraços

  5. Amores,que lugares lindos e perto do coração. Com adornos só da própria natureza,inclusive vocês. Que paz…
    Saudades…
    Beijos, mama.

  6. Fred e Letícia.
    Sou amigo do Michel e desde quando ele me falou do blog de vocês já estou acompanhando. As fotos e os textos estão excelentes.
    Vocês tiveram a coragem de fazer algo que muitos sonham! Parabéns demais!!!
    Um grande abraço pra vocês.

  7. Puxa, a China é mesmo enorme… eu nunca tinha ouvido falar de todos esses locais, assim como muitos turistas mal devem saber que o Brasil tem mais de 20 estados. Espero que as experiências sejam cada vez mais construtivas e que vocês continuem se divertindo por aí. Grande abraço!

    1. Valeu, Fellipe! É por aí mesmo… E imagine como é ir pro Brasil e não ter tempo de curtir uma praia na Bahia. Pois então, abrimos mão de ir a alguns lugares por aqui que pedem uma nova visita. Mas, tá ótimo! Bela caminhada por essas bandas.
      E a sua trip, a quantas anda?
      Abraços!

  8. Nossa não imaginava que a China fosse assim… surpresa para vcs, maior surpresa para mim!!! Estou encantada.
    Abraço

  9. Fala peixe!
    Estou realmente maravilhado com essa viagem! Que experiência de vida única. Sou fã de vocês. kkkkkk Minha esperança é ainda nesta vida conseguir fazer o mesmo. Essa viagem é um sonho, a cada destino um novo mundo de possibilidades.
    Enquanto isso aqui na cidade maravilhosa, as novidades estão ligadas ao esporte e aos estudos, terminei de vez o mestrado, fiz meu primeiro triatlhon de aventura (osso) e a primeira travessia de mar em copa (divertido).
    Abraços e pensamentos positivos pra vocês, estamos juntos.
    Peixe

    1. Valeu demais, Peixe! Saudades de vc!
      Boas notícias, hein, MESTRE!
      E tá virando esportista mermo (desse jeito, com sotaque carioca…). Que bacana! Lembro da nossa primeira corrida de aventura, a gente de ressaca quase morrendo já nos primeiros metros ehehehe
      E tá nadando tb agora? Mto bom, parabéns!
      Abração e pensamos positivos daqui!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: